Davi enfrenta e vence o gigante Golias – Isaías de Jesus


Isaías de Jesus |

 

Texto: I Samuel 17.45-47,49-50,54, “Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel, a quem tens afrontado. V.46, Hoje mesmo o Senhor te entregará na minha mão; ferir-te-ei, tirar-te-ei a cabeça, e os cadáver do arraial dos filisteus darei hoje mesmo às aves dos céus e às bestas-feras da terra: e toda a terra saberá que há Deus em Israel. V.47, Saberá toda esta multidão que o Senhor salva, não com espada, nem com lança, porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará nas nossas mãos. V.49, Davi meteu a mão no alforje, e tomou dali uma pedra e com a funda lha atirou, e feriu o filisteu na testa; a pedra encravou-se-lhe na testa, e ele caiu com o rosto em terra. V.50, Assim prevaleceu Davi contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e o feriu e o matou; porém não havia espada na mão de Davi. V.54, Tomou Davi a cabeça do filisteu, e a trouxe a Jerusalém; porém as armas dele pô-las Davi na sua tenda.”

Introdução:

O texto fala de uma grande e poderosa vitória que ocorreu na vida dos israelitas. Após 40 dias de afronta por parte de um gigante filisteu ao exército de Israel sob o comando do rei Saul, David, que fora levar comida para seus irmãos e ao oficial de mil, ouvindo a afronta de Golias e vendo que “todos os homens de Israel, vendo aquele homem, fugiam de diante dele, e temiam grandemente ” (I Sm. 17.11,24) disse: “Que farão àquele homem que ferir a este filisteu, e tirar a afronta de sobre Israel? Quem é, pois, este incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo? (I Sm. 17.26).

Deus deu uma tremenda vitória para o povo de Israel por meio do ousado e valente Davi quando ele matou o gigante Golias. Para derrotar Golias Davi tomou quatro atitudes de fé: Ele disse que derrotaria o inimigo, ele foi ao combate, ele tomou posse da vitória e ele contou como se derrota o inimigo que nos afronta “não com espada, nem com lança”, I Sm. 17.48, mas em nome do Senhor dos Exércitos. Aleluia!

1 – Vejamos as quatro atitudes fé que Davi empregou para derrotar o gigante Golias:

1. Primeira Atitude: Dizer, “Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo porém eu venho a ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado”, v.45.

1.1. Depois de presenciar a ameaça de um homem de quase três metros de altura que era guerreiro experiente desde sua mocidade Davi perguntou se havia alguma recompensa para o homem que derrotasse o gigante e depois falou com toda a força: “Quem é, pois, este incircunciso filisteu, para afrontar o os exércitos do Deus vivo?”, v.26.

1.2. Ao chamar Golias de “incircunciso” Davi estava dizendo que o filisteu era inimigo do povo de Deus, que não tinha “aliança” com o Deus de Israel e por isso iria enfrentá-lo e lançar por terra aquela “potestade” diabólica que “pela manhã e à tarde; durante 40 dias” estava amedrontando todo o exército do rei Saul, I Sm. 17.16.

1.3. Davi contou para o rei Saul que com a ajuda de Deus tinha matado um leão e um urso que tinha ameaçado o rebanho do seu pai. Ele disse que o mesmo que passou com o leão e o urso sucederia com o incircunciso filisteu, “porquanto ele tinha afrontado os exércitos do Deus vivo”, v.35.

2. Segunda Atitude: Fazer, “E Davi meteu a mão no alforje, e tomou dalí uma pedra, e com a funda lha atirou, e feriu o gigante na testa, e caiu sobre o seu rosto em terra”, v.49.

2.1. O rei Saul inutilmente tentou convencer Davi que ele não tinha condições dele enfrentar o gigante e ainda tentou emprestar sua armadura para ele lutar, o que também não deu certo. Davi pegou suas armas como guerreiro de Deus. Ele pegou uma funda (estilingue) e cinco pedras.

2.2. Davi disse que enfrentaria o gigante, depois ele tomou suas armas e se preparou para entrar na história do povo de Deus e virar a página da vergonha e desprezo para a página da vitória e abrir uma avenida de oportunidade para ele e seus descendentes.

2.3. O verso 48 diz que “indo o filisteu encontrar com Davi, apressou-se Davi, e correu ao combate, a encontrar-se com o filisteu”, v.48. Davi falou com o rei que lutaria por Israel, se preparou e foi ao combate não confiando em si mesmo, não seguro que tinha matado um leão e um urso, mas ele partiu para cima do gigante “em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel”, v.45.

2.4. Golias veio contra Davi, porém Davi apressou-se em combatê-lo. Davi pôs uma pedra em sua funda, ferindo o filisteu na testa e este caiu com o seu rosto em terra, v.49.

3. Terceira Atitude: Receber, “Pelo que correu Davi, e pôs-se em pé sobre o filisteu, e tomou a sua espada, e tirou-a da bainha, e o matou, e lhe cortou com ela a cabeça.

Vendo então os filisteus, que o seu campeão era morto, fugiram”, v.51.

3.1. Golias veio contra Davi com espada, com lança e com escudo, v.45. Davi tinha um alforje (bornal) cinco pedras e uma funda, v.40.

3.2. Golias desprezou, ameaçou e amaldiçoou Davi em nome dos seus deuses, vs.42-44. Davi veio contra ele em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel”, v.45.

3.3. Golias tinha uma pessoa que levava o seu escudo, v.41. Davi tinha o Senhor como seu escudo, v.46.

3.4. Depois de ver que Golias tinha caído no chão, Davi correu, “pôs-se em pé sobre o filisteu, e tomou a sua espada , e tirou-a da bainha, e o matou, e lhe cortou com ela a cabeça”, v.51.

4. Quarta Atitude: Contar , Davi tomou a cabeça do filisteu, e a trouxe a Jerusalém; porém pôs as armas dele na sua tenda”, v.54.

4.1. Davi disse que lutaria com o filisteu, enfrentou-o, e depois de ver que Golias tinha caído com o rosto em terra, subiu em cima dele cortando-lhe a cabeça.

4.2. Vemos aqui a fé de Davi por meio de suas atitudes. Ele disse, fez e recebeu o que tinha proposto. Agora, diante de tamanha vitória Davi carregava a cabeça do filisteu como símbolo de uma vitória cabal sobre o seu grande adversário.

4.3. No tempo de Davi quando um guerreiro derrotava o inimigo a forma de contar sobre a façanha era trazer a cabeça do inimigo e depois pendurá-la em um lugar público. Assim pois, Davi estava contando para todos que o Senhor lhe dera vitória sobre um gigante que havia encurralado e amedrontado um exército inteiro e intimidade o rei Saul.

4.4. Entre dizer e contar há uma grande diferença. Davi disse que o Senhor entregaria o filisteu e todos os que com ele estava em suas mãos e ao matar Golias e trazer sua cabeça para o rei Saul ele estava contando que “o Senhor livra, não com espada e nem com lança, porque o Senhor é homem de guerra”,v.47

II – A unção de Deus na Vida de Davi – I Sm.16.1-13

Deus mandou que Samuel ungisse um novo rei para Israel. Jessé reuniu quase todos os filhos para que o profeta
indicasse qual deles seria o escolhido. Davi, porém, foi esquecido.

Todo aquele que é escolhido por Deus tem a unção de Deus, para vencer todos os gigantes da vida.

2.1- Davi foi desprezado.

Davi era o filho mais novo. Era o menor, o último. Seus irmãos eram fortes e faziam parte do exército. Ele ficava cuidando das ovelhas.

Até seu pai, Jessé, desprezou Davi, não imaginando que ele pudesse servir para ser rei de Israel.

Samuel também foi influenciado pela aparência e pela força dos irmãos de Davi. O mundo julga as pessoas por sua aparência, seu nível educacional e suas posses materiais. Uma auto-imagem construída sobre tais conceitos pode trazer sentimentos de inferioridade (ou superioridade).

2.2- Davi foi escolhido.

O nome de Davi significa “amado”. Embora tenha sido desprezado por todos, ele era amado por Deus.

Mesmo que o mundo nos despreze, inclusive nossos amigos ou familiares, somos amados por Deus.
Ele nos aceita com base no seu amor e não na nossa condição. Ele nos vê com base no seu plano para nós e
não com base no que somos hoje.

2.3- Davi foi ungido.

Ele recebeu a unção que o conduziria ao trono. Davi era o último entre seus irmãos, mas, pela unção de Deus, ele se destacou.

Nenhum de seus irmãos conseguiu enfrentar o gigante Golias. Nenhum de seus irmãos chegou a ser rei de Israel.

III – VENCENDO OS GIGANTES QUE DERRUBARAM ADÃO E EVA

Gênesis 3. 6 “E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela”.

Lucas 4. 1-13 (a tentação de Jesus)

1 João 2. 16 “Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo”.

Essa três coisas têm derrubado o homem desde o início dos tempos: os desejos da carne; os desejos que entram pelo olhar; o desejo de querer saber como Deus.

Nosso maior inimigo tem sido nossa própria carne. Em Gálatas 5. 16-17 temos: “Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. – Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis”.

Gálatas 5. 19-21 “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, – Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, – Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus”.

Lascívia – grande inclinação para luxúria, libidinagem, sensualidade;

Porfias – discussão, contenda de palavras, disputa, luta;

Emulações – competição, rivalidade, estímulo;

Pelejas – contendas, brigas, combates;

Dissenções – divergências.

1 Tessalonicenses 4. 3-5 “Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição; – Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra; – Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus”.

1 Tessalonicenses 4. 7-8 “Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação. – Portanto, quem despreza isto não despreza ao homem, mas sim a Deus, que nos deu também o seu Espírito Santo”.

Venceremos esses desejos profanos alimentando o Espírito com a Palavra de Deus.

Tiago 1. 22-23 “E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos. – Porque, se alguém é ouvinte da palavra, e não cumpridor, é semelhante ao homem que contempla ao espelho o seu rosto natural”. Repreendendo todo o mau pensamento (evitando os ninhos sobre a cabeça).

Fugindo das armadilhas do inimigo.

Evitar falatórios profanos, porque produzirão maior impiedade. 2 Timóteo 2. 16.

2. Timóteo 2. 19 “Todavia o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniqüidade”.

Tiago 3. 6 “A língua também é um fogo; como mundo de iniqüidade, a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno”.

Manter sempre o coração limpo. Hebreus 3. 12 “Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo”.

Devemos deixar a vaidade e a soberba longe do coração.

Tiago 4. 10 “Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará”.

Quantos não têm caído por causa do olhar? O olhar ao proibido, ao indecente, o olhar adúltero. O olhar a vida alheia…

Jesus nos alerta duramente sobre o olhar: Mateus 5. 28 “Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela”.

Mateus 18. 9 “E, se o teu olho te escandalizar, arranca-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno”.

Mas como vencer a tentação do olhar?

1- devemos sempre evitar a primeira olhada ao profano (tv, Internet, revistas);

2- devemos pedir a Deus para que nossos olhos tenham sempre sede de olhar o sacro, as coisas divinas.

Lembremo-nos da mulher de Ló que olhou para trás em Gênesis 19. 26 “E a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal”.

Muitas vezes o olhar para trás é o desejo inconsciente de pecar;

Muitas vezes o olhar para trás é o desejo inconsciente de lembrar como era bom os tempos de pecado.

Devemos vigiar para nunca olharmos com cobiça, com inveja, com despeito, com soberba, com o olhar humilhador, o olhar sensual.

Muitas vezes o olhar revela o profundo da alma.

Que o nosso olhar seja santificado.

Isaías 14. 12-14 “Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! – tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. – Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo”.

Estamos no século do conhecimento, a última fronteira humana.

O homem querendo ser um Deus que cria outro homem (clonagem).

Nanotecnologia, a ciência das partículas invisíveis.

O homem está tramando conquistar o universo, planetas, galáxias (Estação Espacial Internacional)

Vejamos o que diz Obadias 1. 4 sobre isso: “Se te elevares como águia, e puseres o teu ninho entre as estrelas, dali te derrubarei, diz o Senhor”.

A humanidade tem dados voltas e mais voltas ao redor da árvore do Éden: Gênesis 3. 6 “E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela”.

O homem está tentando criar sua imagem e semelhança através da robótica e chegará a sua perfeição com o falso profeta. Apocalipse 13. 15 “E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta”.

A nova era diz que somos deuses. É a mesma armadilha lá do Éden: Gênesis 3. 5 “Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal”.

E o homem já está há seis mil anos alimentando esse desejo diabólico.

Mas como nos livrar do desejo de querer ser Deus?

Sendo humilde; Paulo servia ao Senhor com humildade. Atos 20. 19 “Servindo ao Senhor com toda a humildade, e com muitas lágrimas e tentações, que pelas ciladas dos judeus me sobrevieram”.

Filipenses 2. 3 “Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo”.

1 Pedro 5. 5 “Semelhantemente vós jovens, sede sujeitos aos anciãos; e sede todos sujeitos uns aos outros, e revesti-vos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes”.

Jó 22. 29 “Quando te abaterem, então tu dirás: Haja exaltação! E Deus salvará ao humilde”.

Salmo 138. 6 “Ainda que o SENHOR é excelso, atenta todavia para o humilde; mas ao soberbo conhece-o de longe”.

Salmo 147. 6 “O SENHOR eleva os humildes, e abate os ímpios até à terra”.

Provérbios 11. 2 “Em vindo a soberba, virá também a afronta; mas com os humildes está a sabedoria”.

Provérbios 16. 19 “Melhor é ser humilde de espírito com os mansos, do que repartir o despojo com os soberbos”.

O próprio Senhor declarou-se humilde e provou ser humilde. Mateus 11. 29 “Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas”.

Devemos ter a humildade das crianças. Mateus 18. 4 “Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus”.

Zacarias profetizou o salvador humilde: Zacarias 9. 9 “Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém; eis que o teu rei virá a ti, justo e salvo, pobre, e montado sobre um jumento, e sobre um jumentinho, filho de jumenta”. (Zacarias profetizou 400 anos antes de acontecer).

Muitos homens de Deus se humilharam no lugar de endeusarem-se e assim tiveram vitória.

Quando Ezequias adoece em 2 Reis 20. 3 “Ah, SENHOR! Suplico-te lembrar de que andei diante de ti em verdade, com o coração perfeito, e fiz o que era bom aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo”.

Nabucodonosor Daniel 4. 33-34 “Na mesma hora se cumpriu a palavra sobre

Nabucodonosor, e foi tirado dentre os homens, e comia erva como os bois, e o seu corpo foi molhado do orvalho do céu, até que lhe cresceu pêlo, como as penas da águia, e as suas unhas como as das aves. – Mas ao fim daqueles dias eu, Nabucodonosor, levantei os meus olhos ao céu, e tornou-me a vir o entendimento, e eu bendisse o Altíssimo, e louvei e glorifiquei ao que vive para sempre, cujo domínio é um domínio sempiterno, e cujo reino é de geração em geração”.

Os homens de Nínive – Jonas 3. 6-7 “Esta palavra chegou também ao rei de Nínive; e ele levantou-se do seu trono, e tirou de si as suas vestes, e cobriu-se de saco, e sentou-se sobre a cinza. – E fez uma proclamação que se divulgou em Nínive, pelo decreto do rei e dos seus grandes, dizendo: Nem homens, nem animais, nem bois, nem ovelhas provem coisa alguma, nem se lhes dê alimentos, nem bebam água”. Davi após Natã dá o recado: 2 Samuel 12. 13 “Então disse Davi a Natã: Pequei contra o SENHOR. E disse Natã a Davi: Também o SENHOR perdoou o teu pecado; não morrerás”.

Até Acabe conseguiu misericórdia de Deus porque se humilhou em sua presença: 1 Reis 21. 27-29 “Sucedeu, pois, que Acabe, ouvindo estas palavras, rasgou as suas vestes, e cobriu a sua carne de saco, e jejuou; e jazia em saco, e andava mansamente. – Então veio a palavra do SENHOR a Elias tisbita, dizendo: – Não viste que Acabe se humilha perante mim? Por isso, porquanto se humilha perante mim, não trarei este mal nos seus dias, mas nos dias de seu filho o trarei sobre a sua casa”.

Somos todos destituídos da Glória de Deus: Romanos 3. 23-24 “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; – Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus”.

Precisamos vencer esses gigantes: da carne, do olhar e do saber.

João 9. 4 diz “Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar”.

Só venceremos essa batalha se depositarmos nossa vida nas mãos de Jesus. O salmista já dizia no Salmo 40. 8 “Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração”.

O próprio Jesus nos deu a chave da vitória porque ele mesmo fez a vontade do Pai.

Mateus 12. 50 “Porque, qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, e irmã e mãe”.

Mateus 26. 42 “E, indo segunda vez, orou, dizendo: Pai meu, se este cálice não pode passar de mim sem eu o beber, faça-se a tua vontade”.

Lucas 22. 42 “Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua”.

Romanos 12. 2 “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”.

Quer ter vitória e viver para sempre ao lado de Deus? 1 João 2. 17 nos ensina: “E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre”.

O MELHOR LUGAR PARA ESTARMOS É DEBAIXO DA VONTADE DE DEUS

IV – GIGANTES QUE TEMOS QUE VENCERI Samuel 17: 24 a 40

01 – MEDO (I Samuel 17:24)

“Quando todos os homens de Israel viram aquele homem, fugiram de diante dele, e temeram grandemente.”

02 – FAMÍLIA (I Samuel 17:28 )

“Ouvindo Eliabe, seu irmão mais velho, falar àqueles homens, acendeu-se sua ira contra Davi, e disse: Por que desceste aqui? E com quem deixastes aquelas poucas ovelhas no deserto? Bem conheço a tua presunção, e a maldade do teu coração; desceste para ver a peleja.”

03 - REJEIÇÃO (I Samuel 17:33)

“Respondeu Saul: Contra este filisteu não poderás ir para pelejar com ele; tu ainda és moço, e ele homem de guerra desde a sua mocidade.”

04 – ARMADURA ERRADA (Efésios 6:11 e 12)

11 – “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.”
12 – “Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e sim, contra os principados, contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestes.”

I Samuel 17:38 e 39

38 – “Então Saul vestiu a Davi com a sua própria armadura, e lhe pôs sobre a cabeça um capacete de bronze, e o fez envergar uma couraça.”
39 – “Davi cingiu a espada sobre a armadura, e tentou andar, porque não estava acostumado a usar essas coisas. Disse Davi a Saul: Não posso andar com tudo isto, pois não estou acostumado. Assim tirou Davi aquilo de sobre si.”

05 – O GIGANTE (diabo) (I Samuel 17:43)

“Disse a Davi: Sou eu algum cão para tu vires a mim com paus? E o filisteu, pelos seus deuses, amaldiçoou a Davi.”

Como Vencer

1 – Reconhecer o poder de Deus (Eu não sou herói). I Samuel 17:37

“O Senhor que me livrou das garras do leão, e das garras do urso, me livrará da mão deste filisteu. Disse Saul a Davi: Vai-te, e o Senhor seja contigo.”

2 – Tomar as armaduras certas. I Samuel 17:40

“Então tomou o seu cajado na mão, escolheu cinco pedras lisas do ribeiro, pô-las no alforje de pastor que trazia e, lançando mão da sua funda, aproximou-se do filisteu.”

3 – Humilhar-se. I Samuel 17:45

“Disse Davi ao filisteu: Tu vens a mim com espada, com lança, e com escudo, mas eu venho a ti em nome do Senhor dos exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado.”

Filipenses 2:6 a 8

6 – “Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus,”
7 – “mas a si mesmo se esvaziou, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens.”
8 – “E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.”

4 – Alvo. I Samuel 17:47

“Saberá toda esta congregação que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; pois do Senhor é a guerra, e ele vos entregará nas nossas mãos.”

5 – Crer em Deus. I Samuel 17:50

“Assim Davi prevaleceu contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra; sem uma espada na mão, feriu-o e o matou.”

Conclusão:

Qual é a vitória que você precisa? Qual é o tipo de desafio que você está enfrentando? Seja qual for a sua necessidade ou qual seja o tipo de inimigo que está te intimidando e fazendo com que você fique num beco sem saída, Deus tem um caminho de vitória para você.

Diante de um guerreiro experiente Davi foi vitorioso porque não olhou para ele, para suas forças ou habilidades. Davi olhou para Deus, confiou nEle e tomou atitudes de Fé. Ele disse que enfrentaria o filisteu, ele foi ao encontro do inimigo, ele o matou e depois contou aquilo que o Senhor tinha feito não somente por ele, mas por todo o povo de Israel.

Elaboração pelo:- Evangelista Isaias Silva de Jesus (auxiliar) Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém Em Dourados – MS

ibelusa.org

www.geocities.com

jovenstorreforte.wordpress.com

pastorsantos.no.comunidades.net

Fonte: http://rxisaias.blogspot.com/

2 Comentários

  1. Acho que vocês poderiam contar a história diferente, para as criamça como a minha filha Ana Bella entender.

    Obrigada

  2. Ediner disse:

    O que sempre observamos é que os líderes religiosos nunca dizem que nós brasileiros fazíamos parte do incircunciso Golias. Se existíssemos àquela época seríamos tratados por imundos, lixo. Somente fomos adotados para fazermos parte do povo de Deus, com a morte do Salvador e Senhor Jesus Cristo o Messias.

Comente